active-activity-beach-634030

A importância da suplementação proteica pós cirurgia bariátrica

Em casos de obesidade mórbida, a cirurgia bariátrica representa uma das melhores estratégias de tratamento. No entanto, a rápida perda de peso após a cirurgia também é acompanhada por outra perda não muito interessante, a perda de massa muscular.

Quando se fala em cirurgia bariátrica é preciso atentar-se para todos os cuidados que o período pós-cirurgia requer, inclusive o que diz respeito a necessidade proteica. Dada a importância do assunto, hoje falaremos um pouco mais sobre a importância da suplementação proteica pós-cirurgia bariátrica. Boa leitura!

Consequência de uma dieta pobre em proteínas

É bastante comum que muitos pacientes acabem não priorizando o consumo de proteínas em suas refeições. Seja pela dificuldade em mastigar (no caso das carnes), ou até mesmo pela sensação de saciedade que esses alimentos provocam.

Como o período pós-cirurgia bariátrica requer uma demanda aumentada do consumo de proteínas e a ingestão acaba sendo bastante pequena por parte do paciente (algumas vezes até nula), a deficiência da proteína no organismo pode causar vários problemas de saúde. Entre eles é possível citar a queda de cabelo, perda excessiva de massa magra, imunidade baixa, unhas enfraquecidas, entre outros.

Cuidado especial com veganos e vegetarianos

No caso de pacientes veganos e vegetarianos que se submetem à cirurgia bariátrica, o cuidado com a suplementação proteica no período pós-cirurgia deve ser redobrado para que não apresentem deficiência proteica no organismo. Isso porque esses pacientes não consomem carne, ou seja, deixam de consumir proteínas de origem animal, que possuem um nível mais elevado de nitrogênio quando comparadas às proteínas de origem vegetal.

Recomendação de ingestão diária de proteínas

Para pacientes que recém passaram por uma cirurgia bariátrica, o recomendado é que a ingestão de proteínas seja de 60 a 120g por dia. Nesses casos, é indispensável que o paciente priorize em sua dieta a ingestão de proteínas que tenham alto valor biológico.

Como a quantidade de proteínas ingerida através das refeições é relativamente baixa quando comparada ao recomendado por dia, é essencial que o paciente passe a contar também com a suplementação proteica, principalmente, nos seis primeiros meses após a cirurgia bariátrica.

Um pouco mais sobre a suplementação proteica

Existem várias opções de suplementos proteicos disponíveis no mercado, o que torna a escolha um pouco mais confusa e difícil. No entanto, o que deve ser levado em consideração é o valor nutritivo do suplemento, a boa aceitabilidade pelo paciente, e também a fácil digestão.

Dentro desses parâmetros é possível encontrar suplementos proteicos como albumina, caseína, whey protein, e para os veganos ainda existe a opção de proteína de arroz (ou ervilha) e o isolado proteico de soja.

O que deve ser sempre levado em consideração é se o paciente não apresenta dificuldades para consumir o suplemento, pois esse fator pode acabar comprometendo toda a dieta. Por isso, contar com o direcionamento de um nutricionista é essencial.


A tecnologia de liberação prolongada do Bariat XR está relacionada a uma maior e melhor absorção das vitaminas e minerais, ofertando uma nutrição prolongada para os indivíduos que necessitam de reposição nutricional continuada. 

Compartilhe